JIM GRECO NO DEATHWISH

jim greco deathwish vídeo download
Há alguns dias foi lançado mundialmente o esperado vídeo da marca Deathwish. Como o próprio nome da marca diz, os skatistas que fazem parte do time parecem ter um desejo pela morte e não tem medo de grandes obstáculos. O vídeo pode ser adquirido na íntegra através do iTunes.

Mas a marca resolveu disponibilizar gratuitamente uma das principais partes do vídeo. O segmento com Jim Greco pode ser visto diretamente pelo Youtube. A parte do cara é muito pesada, com manobras técnicas e muitos gaps e corrimãos. Até mesmo a famosa manobras de Rodney Muller, darkslide, foi ressucitada.

Confira abaixo :

Speed, slalom ou downhill: descubra as melhores ladeiras de São Paulo

Entre o caos e o concreto, São Paulo vive o longboard em suas ruas, curvas e ladeiras. Do Museu ao Jaraguá, o esporte ocupa o cenário da metrópole e se manifesta em seus diferentes estilos: Speed, Slalom e o Downhill slide. Pegue seu skate e confira os melhores picos para dar um rolê pela cidade.

Em diversas regiões de São Paulo, ruas e ladeiras dão lugar a verdadeiros circuitos de longboard.

Quintal do Ipiranga

Considerada um dos melhores “picos”  para o esporte, sobretudo para iniciantes, a ladeira do museu chama atenção por suas fáceis condições.  Sem trânsito,  o terreno é largo com pouca inclinação. Fica em frente ao Museu do Ipiranga.

Pico do Jaraguá

Indicado para atletas mais experientes, a descida do Pico do Jaraguá proporciona uma paisagem de tirar o fôlego em meio a ldeiras bem inclinadas.

Barriga Velha

Próprio para a prática do Downhill Slide, a Barriga da Velha é considerada uma das mais tradicionais ladeiras de São Paulo. Frequentada por skatistas e longboarders desde os anos 90, a descida está situada no bairro Palmas do Tremembé.

Rua Bagiru

Na região de Pinheiros, a ladeira da Rua Bagiru é um ótimo lugar pra dar um rolê de long, embora sem tantas curvas.  O endereço também fica próximo ao Parque Villa-Lobos, mais uma boa opção para o rolê.

Ladeira da Morte

Berço do downhiil paulista, poucas são as lembranças da famosa Rua Varginha – hoje chamada de Professor Paulino Longo. Conhecida como “Ladeira da Morte” na década de 80, o endereço foi palco dos maiores eventos do “street slide” que anos mais tarde  virou modalidade  Downhill slide, contando com a participação de grandes nomes do esporte nacional.

Rua Mahatma

Última  da lista, mas não menos importante, a Rua Mahatma Gandhi é outra ladeira que merece atenção. Situada em Interlagos, a rua atrai praticantes de Downhill, com um asfalto liso e o pouco movimento de carros.

Fonte Catraca Livre 

Assista à ‘Casa Fora do Eixo Improvisada’, com Cabes, Rico, Coruja e Rincon

BLOG POSTAGEM RAP CASA FORA DO EIXO

Vídeo faz parte da série Roda de Rap, dirigida por Alice Riff, responsável pelo curta ‘Cidade Improvisada . Confira o segundo episódio

Dirigido por Alice Riff (responsável pelo ótimo curta Cidade Improvisada), a nova roda de freestyle junta Cabes, Rico PHS, Coruja BC1 e Rincon Sapiência na Casa Fora do Eixo de São Paulo para improvisar sobre uma base do curitibano Cabes.

Com a ideia de registrar diferentes improvisos cidade afora, o projeto estreou em fevereiro de 2013, com Lívia Cruz, Taty BellaDona, BrisaFlow e Karol de Souza numa roda na Praça Roosevelt, no centro de São Paulo.

“A ideia é registrar as rodas sempre em lugares públicos, porque o hip hop é uma cultura de rua, seja do ponto de vista físico quanto do ponto de vista intelectual”, explica Riff. Trazendo situações improvisadas e com os MCs amarrando seus flows no mesmo beat, a série deve seguir com mais vídeos online nos próximos meses.

2º Episódio da série “Roda de Rap”.
MCs: Cabes, Rico PHS, Coruja BC1 e Rincon Sapiência
Beat: Cabes
Direção: Alice Riff
Foto: Thiago Carvalhaes e Tobias Rodil
Produção: Taís Maximino
Realização: Grão Filmes
Distribuição: DF5

Fonte : SOMA.AM

SKATE, móveis e objetos com shape de skate, até prateleiras

O skate fez parte da infância de meus filhos, assim como os carrinhos de rolimã, skate, andar de bicicleta, surfar, ralar os joelhos, mas o interessante é ver a persistência de conseguir manter o equilíbrio.
Meu filho era tão pequeno que a joelheira, era na verdade uma cotoveleira nos joelhos, pq o pai teve um acidente com um carrinho de rolimã e os joelhos ficaram numa crosta de pus e teve muita febre, pq moro numa ladeira, protegeu o filho e a tão famosa benzetacil e dolorido foi que resolveu o problema.
Desde então todos acessórios foram utilizados em qualquer evento esportivo principalmente na Praças, pq numa rua de ladeira não funcionou com o tal carrinho de rolimã. e esta imagem foi pura nostalgia.

Encontrei o blog de Eduardo Yndyo, ele fala do esporte e ví a concientização e dicas importantespara o uso correto do capacete.

Como um esporte radial, a queda é perigosa e sem limite. Ao pé da letra ele diz o seguinte:

Corrimão gigantes e com angulação suicida, escadarias cada vez mais altas e mais radical, super parques com transições rapidas, hafts e bowl cada vez mais alto e radical e que muitas vezes põe a vida do skater, e principalmente quando está sem o capacete.
Olha o que diz:
RALADOS CICATRIZAM EM DIAS, OSSOS CALCIFICAM EM MESES, MAS UM TRAUMATISMO DEIXA SEQUELAS, PARA O RESTO DA VIDA ISSO SE NÃO MATAR..
DIVERTIR COM SEGURANÇA
http://www.skatecuriosidade.com/revistas/revista-life-de-1965

Fotógrafo Halph Morse para a revista Life

A revista LIFE foi a primeira revista a publicar 7 páginas cuja matéria falava sobre o esporte e uma mulher Patti Mggee foi capa da Revista, foi a primeira garota a se profissionalizar no esporte.Pai e filho compravam o shape, rodas, truck e montavam os tais skates cheio de adesivos com caveiras e quando ví estas esculturas com caveiras customizando restos de skates não resistí, dá até para colecionar e uma parede fica bonita.PARTES DO SKATE

Shape, mesa, trucks, amortecedores, rodas rolamentos, parafuso, lixa

Partes opcionais……Elevador, slip tape

Modalidades…..street, freestyle, vert ou vertical,half-pipe, pool riding, big air, downhill slide, downshill stund-up, longboard downshill, mini- rampas

O skate teve origem na Califórnia pois surfistas queriam encontrar uma forma para se divertirem nos dias em que as ondas estivessem fracas. Colocaram rodinhas numa tábua de madeira e foi aí que surgiu o skate na década de 30Leia tudo sobre skate aqui:http://skatistasdepanambi2.blogspot.com.br/2011/06/como-surgiu-o-skate.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Skate
http://www.skatecuriosidade.com/
http://www.colegioweb.com.br/curiosidades/quando-surgiu-o-skate.html
http://bagarai.com.br/tony-hawk-se-apresenta-no-jump-festival.html

http://itsy-bits-and-pieces.blogspot.com.br/2011/06/bachmans-summer-ideas-house-2011the.html

Customizar os skates é uma mania, é style uma mesa destas.

http://sfgirlbybay.blogspot.com.br/search?q=skateboard

Além de decorar a parede fica aí um fragmento da infância de seu filho, uma memória, pra que o desapego, fala verdade se podemos decorar um cantinho na parede.

Muito bonito, uma luminária, não some as características do skate, gostei tanto que foi uma das primeiras imagens que aqui coloquei.

inspirationforhome.blogspot.com

É tão perfeita, que fico pensando, é um shape, está reciclado ou o skate foi a inspiração para o banco.

Eu coloquei esta imagem, lá em cima em primeiro plano, mas a segurança do tal esporte é tão importante e precisamos rever pra  quem tem novos e pequenos netinhos que já teimam em se equilibrar em cima do skate.

é tão bonito as estampas, adesivos, as cores que seria impossível não aproveitar e decorar o quarto dos meninos com prateleiras de skates.

http://www.potterybarnkids.com/products/skate-shelf/

Então eu coloquei vários modelos e varias formas de fazer estas prateleiras

http://www.apartmenttherapy.com/kevins-urban-beach-style-house-tour_1-168967

Não é só o quarto da criança que entrou na jogada, esta cozinha ficou maravilhosa, toda vintage.

http://poppytalk.blogspot.com.br/2008/03/skateboard-mag-pockets.html

Como o shape é curvo, unindo os dois guardou as revistas, livros, cujo tema é skateboarding.

http://jodeska.blogspot.com.au/2010/04/customised-skateboard-shelves.html

Por esta eu não esperava, uma prateleira para tênis.

http://jodeska.blogspot.com.au/2010/04/customised-skateboard-shelves.html

http://www.sasinteriors.net/2011/02/skateboard-shelves/

http://fab.com/inspiration/skateboard-deck-chairs

Adoraria ter umas cadeiras destas na sala.

http://www.pbteen.com/shop/accessories/

Luminárias.

Só a ponta do skate, aumentou a quantidade de prateleiras para os porta-retratos

http://familyfun.go.com/crafts/skateboard-shelving-671897/
http://www.instructables.com/id/Skateboard-Bookshelf/

Com estes pinos, ela consegue servir de apoio para os livros.

Isto não e legal?
http://www.pbteen.com/products/rustic-skateboard-display/?catalogId=49&cm_src=AutoRel

Sempre tive muito cuidado ao guardar o skate, pode derrubar alguém, essas rodinhas é um perigo, decorando com a organização.

http://www.ventasalud.com/beautiful-game-chair-recycling-skateboard/
http://www.ventasalud.com/beautiful-game-chair-recycling-skateboard/broken-skateboard-recycled-chair/

Cuja inspiração é o skate.

Olha a cabeceira desta cama, uma surpresa, fala sério?

Um cabideiro para bonés no quarto de seu filho.

http://itsy-bits-and-pieces.blogspot.com.br/2011/06/bachmans-summer-ideas-house-2011the.html

É o que disse varias ideias de prateleiras.

http://itsy-bits-and-pieces.blogspot.com.br/2011/06/bachmans-summer-ideas-house-2011the.html

E o quarto ficou todinho com o tema skate.

http://imgfave.com/view/1429008

Suspensa num cabo de aço.

http://www.uncommongoods.com/home-garden/furniture/chairs/

Em qualquer lugar que voce colocar este banco, vai ficar legal.

Só a pontinho do skate e claro que achatam as rodinhas pra não correr.

http://www.bestskateboard.info/skateboard-decor/
http://www.pbteen.com/products/skateboard-shelf/?catalogId=45&cm_src=AutoRel
http://www.homedit.com/funny-diy-skateboard-shelves/

Duas prateleiras de livros, ideia genial para colocar do lado da cama, eu preciso de um lugar destes, na hora do sono.

http://www.pbteen.com/gift/thm/thmguy/thmguypla/

Skate para guardar as mochilas, bonés, livros

http://www.womansday.com/home/craft-ideas/how-to-make-a-skateboard-deck-wall-clock-81092?redirect=no

Este é um relógio

Que coisa mais rústica este banco, parece que esqueceram os skate na praça e aproveitaram tudo, um tributos aos esportistas.

Fofo e simples, a cor a estampa, ficou leve.

http://lonnymag.com/decorate/bedrooms

Cabeceira da cama

http://pinterest.com/pin/154248355957537653/
http://www.casasugar.com/How-Would-You-987434

Adorei a composição com a placa, relógio um robô de lata. e o cabeça de batata, rs

http://www.potterybarnkids.com/products/skate-shelf/
http://amandaonwriting.tumblr.com/post/20275149812

Deve ser a mesma prateleira acima, as que coloquei juntas, por ambas estavam com livros, olha que peça decorativa.

http://blog.hgtv.com/design/2007/11/27/david-zasloffs-skatelab-furniture/
http://www.amazon.com/Del-Racks-Skateboard-Space-Level/dp/B0046ZXLYC/ref=tag_dpp_lp_edpp_ttl_ex
http://beingbrook.com

http://www.homedit.com/funny-diy-skateboard-shelves/

http://design-milk.com/dutch-mountain-by-denieuwegeneratie/?utm_source=feedburner&utm_campaign=Feed%253A+design-milk+%2528Design+Milk%2529
http://www.toxel.com/inspiration/2008/11/22/unusual-and-creative-staircase-designs/

As escadas pra mim foi uma surpresa, a toda branca é uma rampa reta e colocaram os skates como degrau, se vc entrar tem até um carro em pé como prateleira.

Social Skate Futebol Clube

Sandro Soares ‘Testinha’ é medalha de ouro quando o assunto é usar o skate como ferramenta de inserção social, para crianças e jovens de sua área.

O bairro de Calmon Viana em Poá/SP. Suas ideias e exemplos servem de ‘modelo’ para tantas outras ações parecidas, desenvolvidas de norte a sul desse nosso Brasil.E dentro do que é feito no projeto Social Skate – Manobra do Bem há paradas muitos styles que saíram da mente brilhante do skatista, ideias que contam com toda assessoria da também apaixonada pelo skate e pedagoga Leila Vieira, esposa do Testinha.

Entre essas ações estão o dia das crianças e o natal, quando muitos skatistas ídolos nacionais da pátria de rodinhas aparecem na quebrada pra trocar aquela energia positiva que ativa o bem e espanta o mal.

E depois do dia 20 de Fevereiro, uma quarta-feira de jogo de futebol na televisão, o Manobra do Bem entrou mais uma vez para a história do skate nacional com o evento batizado de ‘Sessão Surpresa’.

A ideia
Com a área do campo da Água Vermelha revitalizada pela prefeitura no final de 2012 e ainda sem contar com um espaço adequado ao skate no bairro, Testinha gastou fosfato para elaborar um projeto que levasse, mais uma vez, a galera do skate até lá. Foi então que surgiu a ideia de organizar uma partida de futebol inusitada, convidando skatistas, artistas e moradores do bairro para comporem o time de ‘peladeiros’.

Mesmo antes de se chegar ao lugar, skatistas eram vistos indo e vindo. Já na rua ao lado do campo, alguns obstáculos serviram pra galera aquecer as manobras; e dentro do campo estavam grandes nomes do skate nacional, moradores do bairro e celebridades, todos divididos em dois times devidamente uniformizados com o brasão do Social Skate ‘Futebol Clube’, um oferecimento da marca Umbro.

Os times
Defendiam o time azul (uma listra na diagonal): Alexandre ‘ Tutu’ (7), James (10), Saico (2), Cris Fernandes (8), Mateus Verdelho (13), Maicon (15), Diego (3), Feijão (16), Fabio Muller (9), Fabio Sleiman (11), Celso Santana (17), Giba (no gol, 1), Miro (5), a única garota skatista presente Raquel Biusse (14), Sandro Dias (4) e Wesley Gelol (6). Leandro Chico ficou de técnico da equipe.

Já a camiseta preta (duas listras de ombro a ombro) era defendida por: André Peixe (7), Rogerio Mancha (14), Maurício (16), Marcio Tarobinha (11), Fabio Castilho (6), Masterson Magrão (9), Maurício Cocão (13), Juarez Souza (4), Fernando Granja (2), Bruno Maranhão (5), Pedro Tanabe (17), Alexandre Poisé (15), Cris Matheus (no gol, 1).

Na arquibancada 
Ítalo Peñarrubia e Rony Gomes não jogaram a partida pois estavam em processo de avaliação física, tiveram bastante tempo pra distribuir autógrafos e tirar fotos com os fãs. Na locução, ninguém menos que Renato Tarobadeixava a todos muito bem informados, com aquela descontração que é sua característica.

Já na arquibancada e nas grades que circulavam o campo, a torcida expressava suas preferências, ‘elogiava’ o juiz e ainda incentivava seu time.Binho e Cid Sakamoto, Zikk Zira, Maninho, Black e tantos outros skatistas também ficaram de espectadores.

O jogo
O prefeito Francisco Pereira de Sousa, também conhecido como Testinha, e a secretária de Esportes Terezinha do Nascimento deram o ponta pé inicial da partida. Com a bola rolando, Granja abriu o placar para o time de preto e Magrão ampliou a vantagem logo em seguida, ele que tinha perdido um penalti no comecinho do jogo. Mateus Verdelho abriu o placar para o time azul, sendo que, antes disso, Cris Mateus tinha fechado o gol com ótimas defesas. Mas ele não conseguiu parar o local Fabio Muller, que fez dois em seguida, antes do final do primeiro tempo.

No segundo tempo o time azul recebeu o reforço de Sandro Dias, mas foi Fabinho Muller que fez mais um, virando o jogo para 4 a 3. Sandro Sobral, que quase chegou ao profissionalismo no futebol, mostrou suas habilidades com chuteira nos pés e fez um para o time de preto, empatando a partida. Pedro Tanabe, virou para os de preto e no finalzinho da partida, já nos acréscimos, Fabio Muller empatou a fatura, sendo o artilheiro da partida com quatro gols.

Homenagens
No intervalo jovens que participam de projetos sociais na cidade entraram em campo para se divertirem. No final do segundo tempo Sandro Testinha colocou pra jogar um garoto especial, o Léo, que mostrou a importância de ações como essa para a integração da garotada local sem distinção. Ele correu, pediu a bola e chamou pra torcida a fazer ainda mais barulho.

Ao final da partida, dois jogadores de cada time foram escolhidos pelo garoto Léo para receber troféus, enquanto Sandro Testinha recebe o troféu personalizado pelo artista Marco Pinheiro como homenagem. E mais uma vez o Testinha mostrou que a melhor manobra que se pode fazer é o bem para o próximo, seja fazendo gol ou acertando uma manobra com o skate.

Fonte: [ TRIBOSKATE ]

Carnaval consciente

Já é carnaval! Para os foliões, diversão garantida nos blocos, desfiles e bailes. Para quem gosta de sossego, um feriadão para descansar ou passear.

Mas será que é possível aproveitar a festa e contribuir para um mundo mais sustentável ao mesmo tempo? preparamos dicas baseadas nos Oito R’s doconsumo consciente, que valem para os foliões de carteirinha e para quem vai curtir outra programação nesse período. São dicas simples e práticas para festejar a data sem culpa.

Confira!

 

{txtalt}

1. MAIS LUXO QUE LIXO
O aumento do turismo e o consumo de bebida e comida no carnaval geram produção de lixo adicional ao usual. No Rio de Janeiro, em 2011, o mês de carnaval chegou a ter 10% de lixo a mais produzido que a média dos outros 11 meses do ano (dados da Comlurb). O aumento do lixo gera impactos na coleta (que fica sobrecarregada), e no armazenamento nos aterros. Mas o consumidor consciente sabe que um carnaval bom mesmo tem menos desperdício de comida e de bebida, e tem uso de embalagens retornáveis… Enfim, tem mais luxo que lixo!

{txtalt}

2. E VIVA O LIXO NO LIXO!
Os blocos e desfiles aumentam a concentração de pessoas andando nas ruas das cidades. Já imaginou o que acontece quando elas jogam seus papéis, copos, embalagens de bebidas e tudo o mais na própria rua? O lixo acumulado nas ruas entope os bueiros e aumenta o risco de enchentes. Nas estradas, os detritos jogados nos acostamentos agridem e colocam em risco o meio ambiente e os animais. Nas praias, o lixo se espalha pela orla, vai parar no fundo do mar e, além de contaminar a água e consequentemente fauna e flora que nela vivem, seu recolhimento é muito trabalhoso. O consumidor consciente pode evitar estes impactos se levar consigo um saquinho para guardar seu lixinho até encontrar uma lata de lixo.

{txtalt}

3. RE-FANTASIE-SE
As fantasias de Carnaval são usadas, em geral, apenas por um dia. Para chegar até o consumidor, uma fantasia utiliza matérias primas, água e energia em sua produção, distribuição e transporte. Que tal reutilizá-las, trocá-las com amigos ou reformá-las? Utilizando a mesma fantasia mais de uma vez, o consumidor consciente dilui ao longo do tempo os impactos negativos ocorridos na produção dos materiais que compõem a fantasia. Além disso, evita que ela seja jogada fora e, assim, aumente a quantidade de lixo produzido desnecessariamente.

{txtalt}

4. EXCESSO? SÓ DE ALEGRIA!
A combinação entre calor, comida comprada na rua, álcool e a multidão pode ser indigesta. Também o consumo excessivo de bebidas é responsável pela maioria dos acidentes de automóvel e pelo início de diversas brigas de rua. O consumo pode ser agente de bem-estar e diversão ou ser apenas um fim em si mesmo. O limite é cada um quem decide. O consumidor consciente aproveita a festa protegendo a sua saúde e a de todos.

Curtam o carnaval com responsabilidade e cuidando do meio ambiente.
Fonte : http://planetasustentavel.abril.com.br