Social Skate Futebol Clube

Sandro Soares ‘Testinha’ é medalha de ouro quando o assunto é usar o skate como ferramenta de inserção social, para crianças e jovens de sua área.

O bairro de Calmon Viana em Poá/SP. Suas ideias e exemplos servem de ‘modelo’ para tantas outras ações parecidas, desenvolvidas de norte a sul desse nosso Brasil.E dentro do que é feito no projeto Social Skate – Manobra do Bem há paradas muitos styles que saíram da mente brilhante do skatista, ideias que contam com toda assessoria da também apaixonada pelo skate e pedagoga Leila Vieira, esposa do Testinha.

Entre essas ações estão o dia das crianças e o natal, quando muitos skatistas ídolos nacionais da pátria de rodinhas aparecem na quebrada pra trocar aquela energia positiva que ativa o bem e espanta o mal.

E depois do dia 20 de Fevereiro, uma quarta-feira de jogo de futebol na televisão, o Manobra do Bem entrou mais uma vez para a história do skate nacional com o evento batizado de ‘Sessão Surpresa’.

A ideia
Com a área do campo da Água Vermelha revitalizada pela prefeitura no final de 2012 e ainda sem contar com um espaço adequado ao skate no bairro, Testinha gastou fosfato para elaborar um projeto que levasse, mais uma vez, a galera do skate até lá. Foi então que surgiu a ideia de organizar uma partida de futebol inusitada, convidando skatistas, artistas e moradores do bairro para comporem o time de ‘peladeiros’.

Mesmo antes de se chegar ao lugar, skatistas eram vistos indo e vindo. Já na rua ao lado do campo, alguns obstáculos serviram pra galera aquecer as manobras; e dentro do campo estavam grandes nomes do skate nacional, moradores do bairro e celebridades, todos divididos em dois times devidamente uniformizados com o brasão do Social Skate ‘Futebol Clube’, um oferecimento da marca Umbro.

Os times
Defendiam o time azul (uma listra na diagonal): Alexandre ‘ Tutu’ (7), James (10), Saico (2), Cris Fernandes (8), Mateus Verdelho (13), Maicon (15), Diego (3), Feijão (16), Fabio Muller (9), Fabio Sleiman (11), Celso Santana (17), Giba (no gol, 1), Miro (5), a única garota skatista presente Raquel Biusse (14), Sandro Dias (4) e Wesley Gelol (6). Leandro Chico ficou de técnico da equipe.

Já a camiseta preta (duas listras de ombro a ombro) era defendida por: André Peixe (7), Rogerio Mancha (14), Maurício (16), Marcio Tarobinha (11), Fabio Castilho (6), Masterson Magrão (9), Maurício Cocão (13), Juarez Souza (4), Fernando Granja (2), Bruno Maranhão (5), Pedro Tanabe (17), Alexandre Poisé (15), Cris Matheus (no gol, 1).

Na arquibancada 
Ítalo Peñarrubia e Rony Gomes não jogaram a partida pois estavam em processo de avaliação física, tiveram bastante tempo pra distribuir autógrafos e tirar fotos com os fãs. Na locução, ninguém menos que Renato Tarobadeixava a todos muito bem informados, com aquela descontração que é sua característica.

Já na arquibancada e nas grades que circulavam o campo, a torcida expressava suas preferências, ‘elogiava’ o juiz e ainda incentivava seu time.Binho e Cid Sakamoto, Zikk Zira, Maninho, Black e tantos outros skatistas também ficaram de espectadores.

O jogo
O prefeito Francisco Pereira de Sousa, também conhecido como Testinha, e a secretária de Esportes Terezinha do Nascimento deram o ponta pé inicial da partida. Com a bola rolando, Granja abriu o placar para o time de preto e Magrão ampliou a vantagem logo em seguida, ele que tinha perdido um penalti no comecinho do jogo. Mateus Verdelho abriu o placar para o time azul, sendo que, antes disso, Cris Mateus tinha fechado o gol com ótimas defesas. Mas ele não conseguiu parar o local Fabio Muller, que fez dois em seguida, antes do final do primeiro tempo.

No segundo tempo o time azul recebeu o reforço de Sandro Dias, mas foi Fabinho Muller que fez mais um, virando o jogo para 4 a 3. Sandro Sobral, que quase chegou ao profissionalismo no futebol, mostrou suas habilidades com chuteira nos pés e fez um para o time de preto, empatando a partida. Pedro Tanabe, virou para os de preto e no finalzinho da partida, já nos acréscimos, Fabio Muller empatou a fatura, sendo o artilheiro da partida com quatro gols.

Homenagens
No intervalo jovens que participam de projetos sociais na cidade entraram em campo para se divertirem. No final do segundo tempo Sandro Testinha colocou pra jogar um garoto especial, o Léo, que mostrou a importância de ações como essa para a integração da garotada local sem distinção. Ele correu, pediu a bola e chamou pra torcida a fazer ainda mais barulho.

Ao final da partida, dois jogadores de cada time foram escolhidos pelo garoto Léo para receber troféus, enquanto Sandro Testinha recebe o troféu personalizado pelo artista Marco Pinheiro como homenagem. E mais uma vez o Testinha mostrou que a melhor manobra que se pode fazer é o bem para o próximo, seja fazendo gol ou acertando uma manobra com o skate.

Fonte: [ TRIBOSKATE ]
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: